Confira tendências para a indústria de alimentos e bebidas em 2021

Mundo do Marketing | Priscilla Oliveira | 03 de março de 2021

A mudança nos hábitos alimentares dos consumidores nos últimos cinco anos impactou a forma com que a indústria lidasse com o mercado. Mais itens veganos, orgânicos e saudáveis foram colocados na prateleira. Com a chegada da pandemia e um volume maior de compras on-line, o consumidor passou também a valorizar rótulos autoexplicativos, claros e composições sem aditivos químicos.

 

Além disso, alguns produtos passaram a ser mais buscados que outros: aqueles com potencial de bem-estar mental e de nutrição ao corpo devem passar a fazer parte da lista de compras com mais frequência. De acordo com a WGSN, alimentos com poderes de relaxamento estão passando a ser mais buscados como forma de aplacar o estresse de isolamento social.

 

Veja abaixo cinco tendências para o setor:

 

Bebidas enlatadas: Tantas bebidas chegaram às latas em 2020 que criou uma escassez da embalagem. Muitos estilos de bebidas agora vêm em latas práticas, portáteis e recicláveis. Além de gin, há mais café, chá e kombuchá em 2021. Vinho enlatado é outro item de crescimento, incluindo formatos de consumo próprio, que vem em uma lata menor.

 

A expectativa de aumento vem dos coquetéis em lata – uma forma de substituir os bares fechados pela pandemia. Eles variam no nível de álcool, com a maioria abaixo de uma bebida típica de bar e alguns com zero de álcool, se encaixando perfeitamente na tendência ainda crescente de baixo/sem álcool. As empresas de embalagens devem manter a produção sustentável em mente e olhando para a próxima geração de alumínio produzido com pegadas de carbono mais baixas e novas garrafas de alumínio para substituir as de plástico.

 

Bebidas com puro cacau: O sabor original do cacau e os ativos dele passaram a ser mais valorizados pelo consumidor. Novos chocolates valorizando a procedência e intensidade aparecerão em lançamentos. Os fabricantes devem surgir com confeitos feitos de chocolate misturado com a polpa pura, o que significa menos açúcar no geral. As águas e smoothies de cacau, como os da marca recém-lançada Blue Stripes Urban Cacao em Nova York, mostrarão aromas complexos e sabores de frutas tropicais picantes. Também estão em vista os snacks de cacau desidratado.

 

Todo tipo de café: Com o isolamento social e o aumento de profissionais em home office, muitos fabricantes de café estão inovando para atender as demandas do consumidor por uma dose da bebida de forma diferenciada. Novos formatos convenientes estão tornando mais fácil do que nunca preparar e saborear sua xícara matinal. Os concentrados de café de grãos de alta qualidade permitem uma mistura personalizada e a máxima facilidade na preparação de café quente e frio.

 

Os cafés instantâneos criados a partir de grãos de origem global elevam esse formato familiar. Surgem aí o café que ferve como um saquinho de chá, discos de café congelado de alta engenharia para dissolver em água quente e até café para passar no pão e usar em recheios, como o da Nudge Coffee Butters – uma manteiga de café com a textura de uma manteiga de amendoim, que parece ser feita de chocolate, mas é feita de grãos de café 100% inteiros e sem glúten. Mesmo a categoria de serviços deve inovar, com novas embalagens para pegar e levar a sua bebida de forma mais segura e propiciando uma nova experiência.

 

Comida para o cérebro: As marcas funcionais potencializarão os benefícios da clareza mental dos ingredientes naturais para oferecer suporte. O aminoácido L-teanina, comumente encontrado no chá verde, bem como o gingko biloba (auxiliar de memória) são bebidas energizantes e até mesmo balas que se enquadram na categoria emergente de nootrópicos.

 

Nessa categoria surgem águas com gás, substitutos de refeição e bebidas energéticas focadas mais no foco do que na velocidade. Chicletes, lanches e bebidas reforçadas são provavelmente os próximos a oferecer estímulos para o cérebro. Um exemplo é a Numi Organic Tea, que introduziu uma linha de super shots orgânicos diários em cinco variedades: Inflamm Away, Immune Support, Belly Bliss, Mind Tonic e Energy Lift. As doses apresentam chás, ervas, frutas, raízes e especiarias orgânicos combinados para maximizar o sabor e a função.

 

Comida para auxiliar o sono: Novos alimentos e bebidas destinados a promover uma boa noite de sono devem despontar no mercado esse ano, fomentado pelo impacto mental causado pelo isolamento social onde surgiram queixas de insônia recorrente. Novos lanches, sobremesas e bebidas aproveitam insumos naturais, frutas e outros ingredientes nutritivos que promovem relaxamento, acalmam a mente e ajudam na transição de dias ocupados para um sono tranquilo.

 

As marcas estão descobrindo combinações de ingredientes que podem auxiliar o consumidor, incluindo lavanda e passiflora, minerais como magnésio junto com caseína de proteína láctea e alimentos como cerejas ácidas ricas em melatonina. A PepsiCo lançou nos Estados Unidos uma garrafa de 200ml de L-Theanine mais magnésio em um recém lançamento de água aprimorada – a marca Driftwell.

NOVIDADES